terça-feira, abril 10, 2007
Terminei a leitura deste livro que, de resto, AMEI! Dei comigo, muitas vezes, a sorrir, a rir às gargalhadas, a sentir um calorzinho no peito e noutras as lágrimas escaparam-se dos meus olhos enquanto o lia... sentada no banco de um jardim, na areia junto ao mar, à lareira no meu "ninho", dentro do meu carro, deitada na minha cama, muitos foram os sítios onde o "devorei" e de todas as vezes não sentia vontade de parar. Sou e serei sempre uma grande admiradora destes animais que são de uma nobreza de sentimentos inigualável, verdadeiros exemplos de amor, humildade, entrega, solidariedade, companheirismo, devoção...
Para quem tem paixão por cães, como eu, este será concerteza um livro inesquecível.
Deixo aqui um pequeno excerto para, quem sabe, despertar o vosso interesse. Sei no meu coração que não se arrependerão. Quem como eu tem um destes bichinhos adoráveis sabe que tenho razão, não é amiguinhos?


" Éramos jovens e apaixonados. Estávamos a viver esses primeiros dias sublimes de casamento em que a vida parece melhor do que nunca. Só estávamos bem um com o outro. (...) Quando aterrámos os dois no Sul da Florida e demos o nó, ela tinha quase trinta anos. Os seus amigos começavam a ter filhos. O seu corpo enviava-lhe mensagens estranhas. A janela da oportunidade para a procriação, outrora aparentemente aberta, começava a fechar-se lentamente. Debrucei-me sobre ela por trás, envolvi-lhe os ombros com os braços e beijei-a na testa. - Está tudo bem. - disse-lhe.
Mas tive de admitir que era uma boa questão. Nenhum de nós alguma vez tivera de alimentar o que quer que fosse nas nossas vidas. Claro que tínhamos tido animais de estimação em crianças, mas esses não contavam. Sempre soubéramos que os nossos pais os iriam manter vivos e de boa saúde. Ambos sabíamos que que um dia queríamos ter filhos, mas estaria algum de nós realmente `a altura da tarefa? As crianças eram tão... tão... assustadoras. Eram frágeis e indefesas e parecia que se quebrariam facilmente se as deixássemos cair.
Um pequeno sorriso despontou no rosto de Jenny.
- Pensei que talvez um cão fosse um bom treino - disse.
(...) À entrada da casa, fomos recebidos por uma mulher de meia-idade chamada Lori, que nos deu as boas-vindas com um labrador retriever amarelo a seu lado.
- Esta é a Lily, a mãe babada - disse Lori depois de nos apresentarmos.
Podíamos ver que cinco semanas depois do parto Lily ainda tinha o ventre inchado e as tetas pronunciadas. Ajoelhámo-nos, e ela aceitou benevolentemente as nossas festas. Era exactamente aquilo que um labrador devia ser - doce, afeiçoado, calmo e lindo de morrer. (...) A ninhada consistia em cinco fêmeas, todas reservadas excepto uma, e cinco machos. Lori pedia quatrocentos dólares pela fêmea e trezentos e setenta e cinco pelos machos.
(...) - Aquele ali pode levá-lo por três e meio - disse a dona.
(...) - Oh, querido - arrulhou ela. - O pequenino está livre!
Tive de admitir que era realmente adorável. E vivaço. Sem que tivesse tempo de perceber o que ele estava a fazer, já o sacana me roera metade da correia do relógio.
(...) Só um deles avançou ao encontro da investida. Era o "Cachorro Livre". Arremeteu contra mim a todo o gás, fazendo-me um bloqueio de corpo atravessado contra os tornozelos e abocanhando-me os atacadores como se convencido de que eles fossem um inimigo perigoso que precisasse de ser destruído.
- Acho que é destino - disse Jenny.
- Achas que sim? - perguntei, levantando-o na palma da mão diante da cara, estudando-lhe a carantonha. Ele olhou-me com uns olhos castanhos de derreter o coração e mordiscou-me o nariz. Atirei-o para os braços de Jenny, e ele fez a mesma coisa a ela. - Lá que parece gostar de nós, parece - disse eu. (...)"
 
Escrito por Hindy às 14:46 | Links to post |


14 Comments:


  • At 10 abril, 2007 16:50, Anonymous inês

    ando tão preguiçosa para ler!

    última etapa? é um "tirinho" agora!

     
  • At 10 abril, 2007 17:08, Anonymous Anónimo

    também adoro animais...deu-me mesmo uma grande vontade de ler o livro. na verdade tenho uma cadela, linda de morrer, uma samoyedo branquinha, chama-se Bianca. Obrigado

     
  • At 10 abril, 2007 17:52, Anonymous caracol

    Nunca fui muito de leitura.Toda a gente que me conhece sabe que prefiro outras acções e práticas, mas sempre gostei e gosto de estar bem com a Natureza logo tb com os adoráveis mais parecidos com o Homem..... Como este texto já vai longo fico mesmo por aqui...

     
  • At 10 abril, 2007 19:32, Blogger selenis

    A mesma reacção que eu :)

    Ri-me muito, preocupei-me, chorei imenso nos ultimos capitulos... talvez por pensar nos meus, e na altura que lá chegarem.

    Mas simplesmente tinha que continuar, não descansei enquanto não acabei o livro :D

     
  • At 10 abril, 2007 20:51, Blogger _+*A Elite in Paris*+_

    Não li esse livro mas ja ouvi falar deste e do que estas a ler agora "casei com um massai"...!! beijos!

     
  • At 10 abril, 2007 21:06, Blogger lurainbow

    Neste Momento estou a ler " Quem AMA Acredita " de Nicholas Sparks o MEU AUTOR FAVORITO ;)
    E estou tanto a precisar não sei se de AMAR se ACREDITA lol
    BEIJINHOS

     
  • At 11 abril, 2007 00:01, Anonymous Cris

    Já ouvi falar muito bem deste livro e agora com estas achegas ficou mais presente a vontade de o ler!! Obrigada pela partilha!!

    Beijinhos :)
    Bom regresso ao trabalho!

     
  • At 11 abril, 2007 00:29, Anonymous Daniela Mann

    Agora aguçaste-me a curiosidade!
    Beijinhos

     
  • At 11 abril, 2007 10:01, Blogger Piquinota

    Já tinha ouvido falar bem deste livro... agora fiquei cheia de curiosidade!:)


    Jinhos

     
  • At 11 abril, 2007 12:13, Blogger ≈♥ Nadir ♥≈

    Beijokas........

          ¨`*• (¨`•.•´¨) ♡ .•*´
          ¨`*• .`•.¸(¨`•.•´¨) ♡ .•*´
          ¨`*• ♡ × `•.¸.•´  

     
  • At 11 abril, 2007 12:32, Blogger peace_love

    Reconheço o excerto, de modos que acho que já li esse livre. Com tantos livros que leio, chega a pontos que já nem me lembro de quais li e quais não :$

     
  • At 11 abril, 2007 13:43, Blogger sonhadora

    leitura? Sonhar. Beijinhos

     
  • At 11 abril, 2007 19:29, Blogger Stôra

    Adoro cães :)
    *Beijinhos*

     
  • At 12 abril, 2007 01:40, Blogger Alien David Sousa

    Hindy , tenho cá esse livro em casa. Mas acreditas se te disser que tenho 6 livros novinhos em folha para começar. Fora aqueles que fui roubar à biblioteca dos meus pais e também pretendo ler.
    Beijinhos