quinta-feira, novembro 02, 2006
Faz de conta

Faz de conta que sou abelha.
Eu serei a flor mais bela.

Faz de conta que sou cardo.
Eu serei somente orvalho.

Faz de conta que sou potro.
Eu serei sombra em Agosto.

Faz de conta que sou choupo.
Eu serei pássaro louco,
pássaro voando e voando
sobre ti vezes sem conta.

Faz de conta, faz de conta.

Eugénio de Andrade
 
Escrito por Hindy às 17:15 | Links to post |


16 Comments: