quarta-feira, maio 24, 2006
Paixão







Uma subida vertiginosa ou uma queda abismal?
 
Escrito por Hindy às 18:20 | Links to post |


26 Comments:


  • At 24 maio, 2006 20:01, Blogger anjoedemonio

    posto assim...nem sei que te diga!
    é uma subida vertiginosa, sem duvida, mas essa queda...

     
  • At 24 maio, 2006 20:41, Blogger 125_azul

    Pois se ficarmos só pela paixão, será subida e queda e é este carrocel de adrenalina que nos deixa doidas...Parabéns, cotinha, e desculpa o atraso!

     
  • At 24 maio, 2006 20:46, Anonymous Carlos Manuel Valentim

    Eternidade Disfarçada


    Horas, dias, meses,
    Talvez até anos passaram...
    Esperando por ti, pelo teu sorriso, pelo teu embaraço,
    Pelas tuas mãos, lisas e macias, pelo teu abraço.

    Aqui estou, sentado, sem a tua presença,
    Sem o teu olhar, sem as tuas palavras.

    Horas, dias, meses, anos, foram passando…
    Julgado como um réu,
    Indefeso, embargado, por fim condenado, contemplei o céu,
    As estrelas, os astros, a aurora boreal.

    E lembrava, e recordava,
    Aquele dia passado no areal,
    Que te segurei entre os meus braços, pleno de força, arfando,
    Sem dar conta que esse momento, agora invocado,
    Fora a eternidade, disfarçada de um tempo abstracto.

    Seixal, Verão de 2005

    Carlos Manuel Valentim (um cota na casa dos trinta)

     
  • At 24 maio, 2006 21:06, Blogger O Politicopata

    A malta deste Blog, anda numa rica vida...

     
  • At 24 maio, 2006 21:31, Blogger GK

    Primeiro a subida... Depois logo se vê...

    Felicidades.

     
  • At 24 maio, 2006 21:37, Blogger Araj

    Subida e mais subida... nunca pensar na queda

     
  • At 24 maio, 2006 22:00, Blogger refugiada

    Atingiu-me essa questão, que para mim nem tal é, simplesmente é uma razão.
    A paixão é sempre uma subida, uma descarga de adrenalina que nos implusiona á vida, mas como tudo (ou quase)acaba...e quando tal acontece, tudo á nossa volta desaparece, nessa queda abismal.
    Só o amor nos dá estabilidade, a paixão a complexidade de nos tentar equilibrar

    bjs

     
  • At 24 maio, 2006 22:02, Blogger a lice

    A menina anda muito romântica...:))

     
  • At 24 maio, 2006 22:04, Blogger pisconight

    Depende se vamos subir para a cama ou se é mesmo no chão...
    ;)

     
  • At 24 maio, 2006 22:11, Blogger Crymynoso Compulsyvo

    E viva o amor. Fica.

     
  • At 24 maio, 2006 22:14, Blogger _+*A Elite in Paris*+_

    Quando a paixão bate à porta nada da medo, da adrenalina, então diria que é subida vertiginosa!!

     
  • At 24 maio, 2006 22:20, Anonymous Xuk

    Subida vertiginosa, definitivamente...
    "Sky is the limit" ou será que a paixão pode ser tão avassaladora que não conhece limites... :)

     
  • At 24 maio, 2006 22:44, Blogger Sunrise

    Sempre ouvi dizer que quanto mais alto se sobe, maior é a queda...
    Beijinhos

     
  • At 24 maio, 2006 22:47, Blogger Angie

    Pah...assim de repente..."tudo o que sobe tem de descer", a bem ou a mal...mas pode ser sempre uma subida vertiginosa, se fizermos por isso :) Não? Não sei :P

     
  • At 24 maio, 2006 22:47, Blogger 3za

    Isto aqui está queeeente! Nem sei que diga... as duas?
    Bjs

     
  • At 24 maio, 2006 23:02, Blogger Desassossego

    Nem quero saber ela que venha que depois a gente vê...se sobe, se desce... se rebola...bem...o que quero dizer é que cada um faz o que quiser...

     
  • At 24 maio, 2006 23:10, Blogger Cruzeiro

    Normalmente uma subida vertiginosa, que compensa a queda...e quanto mais subimos, maior é a queda.
    Bjo

     
  • At 25 maio, 2006 10:12, Blogger sofyatzi

    Subida vertiginosa, sem dúvida!

    Bjs

     
  • At 25 maio, 2006 11:14, Blogger Professorinha

    Depende... torcemos sempre para que a paixão se transforme em amor... para não cairmos...

     
  • At 25 maio, 2006 11:24, Blogger Francis

    as duas, sem qualquer duvida.

     
  • At 25 maio, 2006 11:43, Blogger Piquinota

    Acho que se passa pelas duas coisas.... mas a subida vertiginosa é mais agradável!:)

    Jinhos

     
  • At 26 maio, 2006 14:33, Blogger Sanfona Lusitana

    A paixão não é, não pode ser, nem uma coisa nem outra.
    Se a paixão manda parar o tempo, o que é para ela o espaço? Coisa insignificante e desprezível.
    A paixão é uma viagem em velocidade warp, numa dimensão sem limites.
    A paixão alimenta-nos e consome-nos simultâneamente.
    Não é subida nem queda. Quanto muito... será uma viagem vertiginosa em sentido ascendente ou descendente.

     
  • At 26 maio, 2006 14:42, Blogger papoilasaltitante

    Sente-se no ar ...um certo AROMA A ...PAIXÃO!!!
    Deixa subir.... cá estamos para aparara as quedas!
    Bjs

     
  • At 27 maio, 2006 15:26, Blogger Alien David Sousa

    Pode ser as duas !:D

     
  • At 03 julho, 2006 21:37, Anonymous Anónimo

    Your are Excellent. And so is your site! Keep up the good work. Bookmarked.
    »

     
  • At 21 julho, 2006 01:50, Anonymous Anónimo

    Your site is on top of my favourites - Great work I like it.
    »